NOTA DE ESCLARECIMENTO

Após as denúncias que afastaram membros da diretoria da União Estadual de Estudantes (UEE RS) e da licença do então vice-presidente, assumi, respaldado pela justiça, a presidência da instituição.

Ao tomar conhecimento da realidade da UEE RS, percebi o quanto a ausência de métodos administrativos adequados, as incoerências contábeis e o grande volume de dívidas têm precarizado os serviços oferecidos aos estudantes.

Além disto, fui surpreendido por uma sequência de movimentações ilegítimas, ilegais e imorais, de pessoas que insistem nas antigas práticas institucionalizadas na UEE RS há mais de 20 anos, estabelecendo uma espécie de diretoria paralela, o que tornou a situação ainda mais grave.

As atitudes destas pessoas geraram insegurança jurídica e colocaram em risco a legitimidade da UEE RS frente aos órgãos como a Metroplan e a EPTC, prejudicando, ainda mais, os alunos que necessitam do Passe Livre, do Tri e da Meia-Entrada. Fatos como a assinatura de documentos e contratos de forma ilegal, apropriação indébita de valores e subtração de pertences foram levados à Polícia.

É importante considerar que este grupo fez várias manobras para impedir minha posse como presidente, chegando ao limite convocar a reunião do Conselho Regional de Entidades Gerais (COREG), para o último sábado (29), em total desacordo com o Estatuto da UEE RS e com o Código de Processo Civil, e sem nenhuma mobilização estudantil, o que o torna ABSOLUTAMENTE ILEGAL!

Quero deixar claro que o COREG legítimo será no dia 27/05, em Caxias do Sul, e daqui até lá faremos todos os procedimentos adequados para oferecer aos estudantes uma UEE transparente, eficiente e democrática!

Álvaro Fernandes Lottermann
Presidente da UEE RS

Updated: 27 de julho de 2017 — 15:26
© 2017 UEE-RS - Desenvolvido por Progres Tecnologia. Todos direitos reservados.